sábado, 30 de julho de 2011

Literatura

ESTOU EM CRISE!
Em uma das bravas.
Arght.
Ok, vou respirar.
Whats air?

É o seguinte o que me aflinge...
Eu me toquei que estou prestes a fazer vestibular e só li um livro dos mil que são pedidos.
"Ahahahaha, você se fudeu"
Só eu? E você? Já leu quantos?
Ah, qual é. Isso é uma tortura!

Convenhamos, pessoal. Eu não entendo PORQUE temos que ler esse monte de livro do século retrasado (tem uns que nem do século passado são...)
Ok, porque temos que estudar eu sei. Literatura Brasileira, o Brasil é um país relativamente novo, é importante, ok. Eu juro que entendo o porquê de estudar literatura.
Mas precisamos MESMO ler os mil livros que eles mandam? Quer dizer, qual a necessidade e o que isso acrescentará na vida dos adolescentes?
Vamos pensar direito: adolescentes são movidos a música, energia e hormônios. É tipo dar pra uma criança de 8 anos ler Agatha Christie. Quantas irão gostar??? Não é do tempo delas, e não é pra IDADE delas.

Se você vier me dizer que é pra estimular a leitura, te corto desde já. Quem, em sã consciencia, se baseando nos livros que a escola nos manda pra ler, vai ter o mínimo interesse em literatura? Porque vai ver literatura apenas como o livro chato que a escola obriga a ler pra ir bem na prova. Grande estimulo!

Não estou dizendo, todavia, que a escola não devia passar nenhum livro pra ler. Eu gostei do Auto da Barca. De verdade. Principalmente da Cagamerdeira, que eu ri muito.
Mas o que eu quero dizer, é que a escola deveria estimular a leitura, e não fazer o aluno odiar ler. Porque assim, o brasileiro vira o ser burro e ignorante que é hoje. Olha, eu odeio pensar assim, porque amo esse país, de verdade! Mas hoje eu vi um programa, que tudo que o cara perguntava era se cachorro era inteligente e racional pras pessoas, e elas nao conseguiam responder! Não conseguiam nem falar direito o português! Foi uma verdadeira vergonha, sinceramente.
Pior é que tem gente que tem orgulho em dizer que tem pobrema siiim com o português. Jura? Nemvi.
Retomando.
Eu acho que a escola deveria estimular a leitura. Escolas com bibliotecas com livros decentes, com palestras sobre a leitura, aulas de leitura! Não aquela coisa de fundamental "vamo lá, pessoal, cada um lê um paragrafo", mas algo que estude os autores do momento, porque no futuro, é Paulo Coelho que será estudado, eai nossos netos perguntaram "uh, vovó, você estudou Paulo Coelho?" e vamos falar "Não, eu estudava José de Alencar", "quem é esse?" "de um século muito distante" "e o que você lembra que ele fez de legal?" "Ele fez uma brincadeira sacana, dizendo que Iracema, o nome da índia, era anagrama de America. Muito esperto pra época dele!".
Ok, zoei o coitado agora. Mas ahhhhhhh, não consigo ler Iracema, que merda. No fim todo mundo morre, mesmo. Só não é pior que Premonição.
Ok, foco.
Enfim, eu acho que deveriam falar mais sobre autores atuais, claro, sem tirar toda a história da literatura. Mas assim como estudamos História, estudamos Geografia Política Atual. Por que não, então Literatura e Literatura atual? Aposto que poucos iam reclamar, se tudo o que você fizesse era estudar um pouco os atuais mais importantes e desse atenção pra livros do momento. Oi, Harry Potter vai entrar pra história ok? E é um livro. Que fez mais sucesso nesse século, apesar de ter sido escrito lá por 90.
Enfim.
Não sei se falei coisa com coisa, mas acontece que eu quero ler uns 200 livros, segundo meu skoob, e a escola suga meu tempo, e ainda me fala que tenho que ler Iracema, O Cortiço, Senhora e o krla4.
Claro, professor. Assim você me faz cair de amores pela Literatura.
Senta lá, Cláudio.
Digo, Professor.

Tudo o que eu sei é que por toda a putaria que é o sistema de ensino brasileiro, mais essa cagada que é a Literatura ensinada nas escolas, o brasileiro comum não lê livros (claro, como alguém que nao consegue responder se acha que um cachorro é racional vai LER?), os livros estão absurdamente caros, os sebos esqueceram que são sebo, autores brasileiros MARAVILHOSOS estão surgindo e não conseguem se mostrar ao mundo, porque nossa população é tapada.
Que tal assim, professores de literatura, vocês falam mais da Literatura Brasileira Atual que eu leio Iracema? É um trato ótimo, ok.
Vocês ainda ganham mais que eu.