quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Passageiros da vida

Uma vez, me disseram que o melhor a se fazer na vida, é deixar a porta aberta. Muitos vão entrar... Alguns vão passar reto, outros entrarão, darão uma olhada ao redor, outros sujarão e cuspirão no chão; mas sempre haverá aqueles que irão pegar um livro da estante e irão se acomodar no sofá e apreciar uma bela história.

Podemos encontrar aqui pessoas que vão nos fazer crescer de N maneiras. Aprenderemos muito com todas elas, mesmo com aquelas que só derem uma olhadinha lá dentro.
Mas é preciso tomar cuidado.
Muitos olham apenas pelo buraco da fechadura e acham que viram tudo. Os que generalizam. Os que lhe usam de bode expiatório para problemas pessoais ou com terceiros.
Esses são os piores.
Eles vão passar e enquanto poderiam lhe ajudar a crescer, lhe dar a mão para você se levantar, ou ao menos indicar o caminho, eles preferem te deixar lá. Se possível, colocar o salto e pisar em cima. Vão te julgar e te humilhar, mesmo sem te conhecer. E quando as palavras lhe vierem à boca, prestes a se concretizar, irão te amordaçar; e te julgarão novamente pela sua fraqueza, pela sua insegurança e pelos seus medos. Te julgarão pelo seu portar.
Por isso, olhe a fera no olho. Procure lá alguma bondade. Se tudo o que encontrar for inferno, encare-a mesmo assim. Mostre que você não tem medo, que não tem o que esconder. Quem escolheu não entrar e compreender a complexidade da história foi ela, não você. A infelicidade vem dela, não de você. Não demonstre insegurança, não demonstre medo ou tristeza, a fera não merece nem isso de você.
Contudo, não ataque na mesma moeda, não vale a pena. Algumas pessoas simplesmente passam para destruir, não construir. E no mundo nada se cria, tudo se transforma. Portanto, pegue toda essa destruição e transforme-a em algo bom. Bom pra você e para outros, pois sabemos que a fera de nada adianta tentar mudar.
Se a fera lhe atacar, pisotear, humilhar, olhe-a por cima. Você é mais do que isso. E ela é apenas mais uma das outras feras que estão por vir na vida. Apenas mais um dos que põe obstáculos em nossa frente, nos impedindo de ver o horizonte, a luz no fim do túnel. Por isso, se ela lhe derrubar, levante-se.
Levante-se e passe por cima, pois a próxima fera está a lhe esperar. E cada uma lhe trará um ensinamento, uma força nova, maior. Assim, nós crescemos, mesmo quando tentam nos derrubar. Cair, todos caem. Ficar lá é uma opção.
Não deixe que as palavras ácidas e garras afiadas da fera lhe machuquem. É isso o que ela quer. E não é a única. Mas não vale a pena.
Não vale a pena porque sempre haverá aqueles conhecedores da história, aqueles que querem sentar e ler um livro. Deitar no sofá, ligar a lareira e se sentir em casa, após uma longa viagem.
Na vida, há passageiros e passageiros. Feras e feras. Somos todos passageiros.
Por isso, se uma fera lhe atacar no meio do caminho, passe por cima. Procure uma boa história para ler e uma lareira para acender. Há muitas a conhecer, e muitas que valem a leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário