sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Sanatório

Qual foi o momento antes de descer à Terra que eu assinei o documento que dizia que tio Nick e a Moyes seriam os autores que saberiam transcrever minha vida, tipo em supernatural?
A pior parte é que tem tanta coisa em minha cabeça, arranhando as paredes, batendo de um lado para o outro e gritando para sair. E isso me deixa louca. Mas dentro do sanatório, eles são fáceis de controlar. Deixá-los sair é expôs-los ao mundo, admitir sua existência e consistência. É torná-los mais reais.
E quem gosta de encará-los de frente assim? Quem conseguirá controlá-los se estiverem soltos e expostos assim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário